São Paulo (SP) – Avança na Câmara Municipal de São Paulo o Projeto de Lei 338/2019, de autoria do vereador Atílio Francisco (Republicanos/SP), que cria mecanismos para facilitar a implementação da chamada logística reversa no descarte de copos, garrafas, pratos e talhares de plástico na capital.

Depois de passar por várias comissões da Câmara (Constituição e Justiça, Política Urbana, Atividade Econômica, Finanças e Orçamento), o projeto foi aprovado, em primeira discussão, na sessão extraordinária do dia 12 de fevereiro. Mesmo com a parada do Legislativo municipal, em consequência da epidemia do Covid-19, a expectativa é que seja votado e aprovado em plenário ainda neste ano.

“É uma grande contribuição à preservação do meio ambiente. Compõem a logística reversa de descarte as ações, procedimentos e meios para que o material plástico volte ao setor empresarial, para reaproveitamento em seu ciclo produtivo ou para destinação final ambientalmente adequada. Ao sistematizar a coleta e reaproveitamento, também gera-se renda para catadores e cooperativas de reciclagem”, afirma o vereador Atílio.

Texto: ASCOM Atílio Francisco
Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This