São Paulo (SP) – O vereador Zé Turin (Republicanos/SP) tem acompanhado de perto as iniciativas do executivo, inclusive as da habitação, por entender que moradia é necessidade básica das pessoas. A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Habitação (Sehab) e da Companhia Metropolitana de Habitação (Cohab-SP), apresentou o “Pode Entrar”, um novo programa habitacional do município de São Paulo.

“O prefeito Bruno Covas tem priorizado a moradia, isso demonstra sensibilidade com a população, juntamente com o secretário João Farias temos participado de várias entregas de unidades habitacionais em variados bairros e eu bem sei a diferença que faz sair do aluguel, principalmente para o assalariado. A população de baixa renda precisa continuar sendo assistida de perto pelo poder público. Esta tem sido a nossa missão, trabalhar para garantir a melhoria e qualidade de vida dos moradores da nossa São Paulo, e o Programa “Pode Entrar” vem confirmar este compromisso”, disse Turin.

Sobre o Programa

O programa foi desenvolvido para criar mecanismos de incentivo à produção de unidades habitacionais populares para famílias com renda bruta de até três salários, que não possuem acesso ao crédito imobiliário e não têm mais possibilidades de serem atendidas pelo Governo Federal, que sinalizou o fim dos repasses para a Faixa 1 (famílias com renda de até R$1.800) do Minha Casa Minha Vida. O programa também vai atender famílias com renda bruta de até seis salários mínimos, com subsídio por meio de Carta de Crédito de até R$ 40 mil. Além da viabilização da construção de moradias populares, o projeto também vai realizar a requalificação de imóveis, principalmente de prédios no centro da cidade.

Segundo o prefeito Bruno Covas, com as novas unidades habitacionais será possível atender a fila da Cohab, remover famílias que vivem em áreas de risco e entidades que se cadastraram em um chamamento feito pelo governo anterior. “Nesse governo a questão habitacional não fica só no discurso. Vamos entregar ao longo desses quatro anos 25 mil unidades habitacionais. É um recorde na história da cidade. Também estamos deixando 35 mil unidades habitacionais para o próximo governo”, destacou Covas em vídeo divulgado durante a coletiva.

Para 2020, fase inicial do programa que foi desenvolvida integralmente com recursos do município, o investimento será de R$1 bilhão, valor que vai propiciar a construção de cerca de 10 mil unidades habitacionais populares. É o maior investimento de um município em programas habitacionais em todo o Brasil. Após a fase inicial, o “Pode Entrar”, também poderá receber recursos complementares dos governos federal e estadual.

Texto e foto: ASCOM vereador Zé Turin

Com informações da Secretaria Especial de Comunicação da PMSP.

3 thoughts on “Zé Turin apoia novo programa habitacional de São Paulo

  1. Gabriel Donizete Batista says:

    Parabéns ao vereador Zé Turin pelo apoio a programas como esse não é a primeira vez que o vereador Zé Turin vem apoiando programas que ajudam a comunidade e sociedade no que mais precisa isso mostra o amor ao próximo e a preocupação em fazer uma São Paulo melhor a cada dia. Parabéns Zé Turin parabéns prefeitura de São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This