São Paulo (SP) – Parlamentar republicano na cidade de São Paulo, o vereador Zé Turin, 49 anos, está em seu primeiro mandato, conquistado com 14.957 votos. Nesse período já ocupou a cadeira de membro titular da Comissão de Constituição, Justiça e Legislação Participativa, da Comissão de Finanças e Orçamento, e foi sub-relator da CPI da Feira da Madrugada. Atualmente, Zé Turin é presidente da Comissão Permanente de Administração Pública da Câmara Municipal de São Paulo.

Em entrevista concedida ao Republicanos Capital SP, por meio do podcast Ação Republicana, o parlamentar fala sobre a possibilidade de melhorar a vida das pessoas através da política. “É muito bom poder usar a política para fazer algo que o nosso partido gosta muito, que é servir ao próximo”, diz ele.

Ao falar sobre o trabalho que desempenha na Câmara Municipal, destaca a relevância do Projeto de Lei 571/19 (veja aqui), que trata da Regularização Fundiária Urbana (Reurb) na capital paulista, e tem como proposta inserir núcleos urbanos informais ao perímetro de ordenação da cidade, além de dar titularidade aos ocupantes dessas moradias.

Zé Turin também explica a importância do projetoque pretende reforçar a punição para quem comete violência contra as mulheres (veja aqui). Entre as medidas propostas no projeto, sugere aplicação de multa administrativa de até R$ 5 mil contra o agressor. “Isso não isenta da Lei Maria da Penha, mas chega como mais uma punição”, acrescenta.

Assunto de grande notoriedade nos últimos anos, as chamadas fake news também entram no foco da entrevista, que aponta para um caso recente do qual o parlamentar foi vítima.

Para conferir o podcast na íntegra, acione o player logo abaixo.

Texto: Flávio Ribeiro/ASCOM Republicanos Capital SP

Foto: Wesley Ribeiro/ASCOM Republicanos SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This